O QUE É PRECISO?

■ Estar em boas condições de saúde;

■ Ter entre 16 e 67 anos;

■ Pesar no mínimo 52 Kg;

■ Estar descansado, ter dormido bem à noite;

■ Não estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos e após o almoço aguardar 03 horas.

■ Apresentar documento com foto. (ex.: Identidade, CNH,  Carteira  profissional, etc.)

 

NÃO PODEM DOAR:

■ Estiver com gripe, febre ou infecção;

■ For portador da sífilis (cancro), HIV, malária (maleita) ou doença de  Chagas;

■ For alcoolista crônico, ou tenha ingerido bebida alcoólica nas últimas 24  horas. 

■ Possuir comportamento de risco para doenças sexualmente  transmissíveis;

■ For ou tenha sido usuários de drogas injetáveis;

■ Tenha contraído Hepatite após dez anos de idade;

■ Tenha feito endoscopia, há menos de 06 meses;

■ Tenha feito tatuagem há menos de 01 ano;

■ Estiver grávida, em período pós-parto até três meses ou se estiver  amamentando;

■ Tenha feito cirurgia há menos de três meses;

■ Portadores de Diabetes, de qualquer tipo, que realizam o controle com medicamentos.

 

VOCÊ ESTARÁ IMPEDIDO DE DOAR SANGUE:

1). Por quarenta e oito horas:

■ Se recebeu vacina preparada com vírus ou bactéria mortos, toxóide ou recombinantes. Ex.: cólera, poliomielite (salk), difteria, tétano, febre tifóide (injetável), meningite, coqueluche, pneumococo ou contra gripe.

 

2). Por sete dias:

■ Se teve diarréia.

■ Após terminarem os sintomas de gripe ou resfriado ou da cura de conjuntivite.

■ Extração dentária (verificar uso de mediação).

■ Tratamento de canal (verificar medicação). 

 

3). Por duas semanas:

■ Após o término do tratamento de infecções bacterianas (uso de antibióticos) ou da cura de rubéola e ou erisipela.

 

4). Por três semanas:

■ Após a cura de caxumba e ou de varicela (catapora).

 

5). Por quatro semanas:

■ Se recebeu vacina de vírus ou bactérias vivos e atenuados. Ex.: poliomielite oral (sabin), febre tifóide oral, caxumba, febre amarela, sarampo, bcg, rubéola, catapora, varíola, soro antitetânico, etc.

■ Após a cura de dengue ou no retorno de quem esteve em região onde há surto de Febre Amarela.

■ Cirurgia odontológica com anestesia geral.

 

6). Por oito semanas (somente para homens):

■ Após uma doação de sangue. Esse período deve ser ampliado para 16 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.

 

7). Por doze semanas (somente para mulheres):

■ Após uma doação de sangue (para mulheres). Esse período deve ser ampliado para 24 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese ou parto normal ou abortamento.

 

8). Por três meses (independente se homem ou mulher):

■ Se foi submetido a apendicectomia, hemorroidectomia, hernioplastia., ressecção de varizes ou amigdalectomia.

 

9). Por seis meses a um ano:

■ Se foi submetido a uma cirurgia de médio ou grande porte como por exemplo: colecistectomia, histerectomia, tireoidectomia, colectomia, esplenectomia pós trauma, nefrectomia etc.

■ Após a cura de toxoplasmose comprovada laboratorialmente.

■ Qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia etc): aguardar 6 meses.

■ Se fez piercing (se piercing na cavidade oral ou genital, devido ao risco permanente de infecção, implica em inaptidão por 12 meses após a retirada).

■ Se contraiu Febre Amarela; aguardar 6 meses após recuperação completa (clínica e laboratorial).

 

10). Por doze meses:

■ Se recebeu uma transfusão de sangue, plasma, plaquetas, hemoderivados ou de pele.

■ Se sofreu acidente se contaminando com sangue de outra pessoa ou com agulha já utilizada por outra pessoa.

■ Se teve contato sexual com alguma pessoa com aids ou com teste positivo para HIV; Em troca de dinheiro ou de drogas ou seus respectivos parceiros sexuais; Com usuário de droga endovenosa; Com pessoa que tenha recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses e com pessoa com hepatite.

■ Se fez tatuagem ou maquiagem definitiva.

■ Se teve sífilis ou gonorréia.

 

11). Por cinco anos:

■ Após a cura de tuberculose pulmonar.

 

VOCÊ NUNCA PODERÁ SER DOADOR DE SANGUE SE:

■ Tem ou teve um teste positivo para HIV; Doença de chagas; Graves problemas no pulmão, coração, rins ou fígado; Problema de coagulação de sangue ou Doença que gere inimputabilidade jurídica.

■ Teve hepatite após os 10 anos de idade; Malária; Algum tipo de câncer, incluindo leucemia; Tuberculose extra-pulmonar; Elefantíase; Hanseníase, Calazar (leishmaniose visceral); Brucelose ou Esquistossomose hepatoesplênica; 

■ Recebeu enxerto de duramater.

■ É diabético com complicações vasculares ou em uso de insulina.

■ Se foi submetido a transplante de órgãos ou de medula.

  

SAIBA MAIS...

■ Homens podem doar sangue a cada sessenta dias, até quatro doações  por ano;

■ Mulheres podem doar sangue a cada noventa dias, até três doações por ano;

■ Você também não deve fumar até uma hora antes e uma hora  depois da  doação; 

■ Todo material utilizado na coleta do sangue é descartável, o que elimina qualquer risco de contaminação para o doador.